Wednesday, November 15, 2006

Como Atrapalhamos a marcha do Espiritismo

Tema Central: Devotamento e Abnegação (Capítulo VI de O Evangelho Segundo o Espiritismo)
Livro Estudado: Opinião Espírita - Chico Xavier e Waldo Vieira
Waldo Vieira - Mensagem nº 9: "Como atrapalhamos a marcha do Espiritismo"
Reconhece-se o verdadeiro espírita pela pela transformação moral.
Madre Teresa diz que não podemos fazer boas obras sem mudarmos, sem reforma íntima, ou seja, precisamos modificar nosso interior.
A impaciência, a fofoca, tudo que está errado em nossa vida, precisamos nos desfazer de todas essas coisas. Esta reforma nos faz entrar em contato com espíritos superiores. Ouvir palestras, aulas, tomarmos o passe, bebermos da água fluidificada, para assim nos sintonizarmos com o alto.
Emmanuel diz: "Se quiser saber para onde vão quando morrerem, basta ver o que fazem nas horas de folga, de descanso."
O que fazemos com as horas vagas? Muita gente pensa que caridade é dar o material, mas a verdadeira caridade é a espiritual, a moral, o alívio, a boa palavra.
Paciência em ouvir o outro.
Estudar sempre, ler, instruirnos *("Eis o segundo mandamento", como dito em O Evangelho Segundo o Epiritismo).
Não faltar aos compromissos, cumprir o prometido.
Não se afastar das pessoas que só falam em doenças.
Não querer privilégios.
Respeitar todas as religiões.
Nossa família tem que estar em primeiro lugar. Não sacrificar os familiares pela doutrina.
Não nos isolar para não assumir compromissos.
Ter humildade, simplicidade, não julgar-se indispensável.
Fugir ao exame do julgamento das pessoas pelo que têm.
Devemos silenciar e respeitar o irmão que não tem a mesma religião, se eles ainda não nos alcançaram onde estamos, aguardemos a hora de cada um.
Não acalentemos orgulho.
Procuremos fazer nossa tarefa, com amor, dedicação, disciplina.
Estes são os princípios que André Luís nos dá para seguirmos a doutrina.

3 comments:

Elise said...

Que ótimo fazer o primeiro comentário!
Tive o prazer de acompanhar este estudo no dia em que foi realizado na Escola e desde de então procuro botar estes sábios ensinamentos em pratica na minha vida cotidiana para assim ir aos poucos fazendo minha transformação interior.
Aproveito para deixar aqui um texto de autoria de Madre Tereza,que também foi citada na palestra vez de sua vida um grande exemplo para aqueles que buscam o aperfeiçoamento moral.
Não sei o titulo do texto,mas se quiser Yuri,pode publica-lo aqui:

"Muitas vezes o povo é egocêntrico, ilógico e insensato.
Perdoe-o assim mesmo.

Se você é gentil, o povo pode acusá-la de egoísta, interesseira.
Seja gentil assim mesmo.

Se você é uma vencedora, terá alguns falsos amigos e alguns inimigos verdadeiros.
Vença assim mesmo.

Se você é honesta e franca, o povo pode enganá-la.
Seja honesta e franca assim mesmo.

O que você levou anos para construir, alguém pode destruir de uma hora para outra.
Construa assim mesmo.

Se você tem paz e é feliz, o povo pode sentir inveja.
Seja feliz assim mesmo.

O bem que você faz hoje, o povo pode esquecê-lo amanhã.
Faça o bem assim mesmo.

Dê ao mundo o melhor de você, mas isso pode nunca ser o bastante.
Dê o melhor de você assim mesmo.

Veja você que, no fim das contas, é entre você e Deus.
Nunca foi entre você e o povo."

Parabéns pelo útil trabalho de divulgação e incentivo que tem sido feito no Blog.

Flávio Mussa Tavares said...

Acrescentando o que disse a Elise , quero confirmar que o nosso amigo Orlando expõe com clareza a nossa doutrina. E como foi interessante ele falar de uma pessoa que se curou em tempo tão curto na mesma hora que Rubinho chegava com menos de 15 dias de um enfarto e plenamente em forma.A reação do público não pôde ser outra: todos bateram palmas para Rubinho. Foi um momento de emoção de de demonstração de amizade.
Abraços a todos.

Roberta Amorim said...

Amei o post!!!Sem dúvida,expor para todos os irmãos, está sendo de grande valia.Obrigada pela ajuda!