Saturday, November 18, 2006

Este texto chegou a mim através de um comentário neste blog, feito pela minha amiga Elisa. è da autoria de Madre Teresa, mas nem Elisa e nem eu sabemos o nome do texto. Não importa, a beleza dele vale pelo nome.

"Muitas vezes o povo é egocêntrico, ilógico e insensato. Perdoe-o assim mesmo.
Se você é gentil, o povo pode acusá-la de egoísta, interesseira. Seja gentil assim mesmo.
Se você é uma vencedora, terá alguns falsos amigos e alguns inimigos verdadeiros. Vença assim mesmo.
Se você é honesta e franca, o povo pode enganá-la. Seja honesta e franca assim mesmo.
O que você levou anos para construir, alguém pode destruir de uma hora para outra. Construa assim mesmo.
Se você tem paz e é feliz, o povo pode sentir inveja. Seja feliz assim mesmo.
O bem que você faz hoje, o povo pode esquecê-lo amanhã. Faça o bem assim mesmo.
Dê ao mundo o melhor de você, mas isso pode nunca ser o bastante. Dê o melhor de você assim mesmo.
Veja você que, no fim das contas, é entre você e Deus. Nunca foi entre você e o povo."

Um grande abraço a todos.

1 comment:

Aucilene Freitas said...

Olá, Yuri!
Há 19 anos, meio perdida nas confusões dos meus vinete e poucos anos, passei em frente a Escola Jesus Cristo, à tarde. E, sem saber extamente o porquê (talvez conduzida por mãos a mim invisíveis) entrei.
Embora atualmente pouco esteja presente, fisicamente (menos que o de costume), em função do trabalho, tenho na Escola um ponto de equilíbrio.E este blogger se faz elo.
Tenho visitado, lido, divulgado.
Obrigada pela mensagem da Madre Teresa. Me veio em hora exata.

Abç